Base de conhecimento
Grupo Mercantes > Mercantes - Suporte Web > Base de conhecimento

Spamtrap, o que é isso?

Solução

Todas as pessoas que trabalham com email marketing já ouviram falar da importância de manter suas bases higienizadas e livres de Spamtraps. Mas afinal, o que é isso?

 

O Spamtrap é uma tentativa dos provedores de email reconhecerem remetentes que enviam spam. São contas de email que aparentemente são de pessoas comuns, mas que na verdade foram criadas pelos próprios provedores para checar o tipo de mensagem que seus usuários estão recebendo e criar filtros antispam para determinados remetentes. Por serem emails que não pertencem a ninguém, os spamtraps teoricamente não deveriam receber nenhum tipo de newsletter ou email comercial, uma vez que não efetuaram o cadastro em nenhum site. Mas infelizmente, como sabemos, não são todas as empresas que tratam o assunto com a ética que ele merece e acabam sendo “pegas” nessas armadilhas e classificadas como Spammers.

 

Existem milhares de emails deste tipo espalhados em todos os provedores de email para fiscalizarem e denunciarem empresas que fazem uso do Spam. O reconhecimento desses maus remetentes acontece da seguinte maneira:

 

Ao enviar mensagens para bases que não foram devidamente constituídas por pessoas que manifestaram o desejo de receber emails de divulgação, as empresas estão correndo sérios riscos uma vez que essas bases geralmente estão repletas de armadilhas. Quando a empresa envia mensagens para esse tipo de email, o IP desse remetente é identificado pelos provedores e todas as mensagens provenientes dele passam a ser classificadas como Spam, o que acarreta um grande prejuízo, uma vez que não é possível comprovar que o usuário estava cadastrado, mesmo porque, na verdade esse usuário nem se quer existe.

 

O uso do Spamtrap é uma das inúmeras maneiras que os provedores encontraram para diminuir o número de mensagens indesejadas que os usuários recebem.

 

Existem dois tipos de Spam Traps:

  • Spam Traps puros - Contas criadas com o único propósito de pegar Spammers, pois são criados em sigilo, ou seja, não deveriam jamais receber e-mails de qualquer pessoa ou empresa! Imagine que você cria um email do Gmail e não divulga para ninguém. De repente você passa a receber promoções e anúncios de empresas que nunca ouviu falar, como pode? Estes são Spammers, pois coletaram o endereço de forma incorreta, sem seguir as boas práticas de envio de email marketing. Se você for pego neste tipo de Spam Trap provavelmente o nosso endereço de IP e seu domínio serão comprometidos imediatamente.
  • Spam Traps reciclados – São endereços que já existiram em algum momento no passado, mas foram assumidos pelos provedores de emails após um determinado tempo de inatividade ou desuso. Estes são “menos agressivos”, pois enviam alertas durante um determinado tempo, informando sobre a inatividade da conta. Depois deste período, a conta passa a ser uma Spam Trap, ou seja, se você tinha aquele endereço na sua lista de contatos, recebeu diversas notificações para removê-lo e não o fez, quando enviar novamente sua campanha para este endereço (que se tornou uma armadilha) será identificado como Spammer.

 

Para evitar que seus domínios caiam neste tipo de armadilha, a dica é: Sempre utilize bases legítimas! Ou seja, aquelas que foram obtidas a partir de um processo opt-in, no qual os usuários manifestaram o desejo de receber suas mensagens e tomaram conhecimento de todo esse processo. Essa é a melhor forma de conseguir sucesso com suas ações por email.

 
Este artigo ofereceu ajuda? sim / não
Artigos relacionados Qual a diferença entre acessar os e-mails via Webmail, POP ou IMAP?
Como criar respostas automáticas em suas contas de email
Detalhes do artigo
ID do Artigo: 11
Categoria: SendWeb Email Marketing
Visualizações: 71
Classificação (Votos): Artigo ainda não classificado (0)

 
« Voltar